terça-feira, 14 de março de 2017

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES 2017

PAUTA APROVADA NA ASSEMBLEIA DE 08/03/2017
PAUTA DE REIVINDICAÇÕES 2017

01. Reajuste salarial referente a:
- perda da negociação de 2015;
- perda da negociação de 2016;
- reposição da inflação do último ano;
- ganho real.
02. Obras emergenciais nas U.E., discutidas com a comunidade escolar;
03. Cumprimento imediato da Lei Federal 11.738/08 (Lei do 1/3);
04. Manutenção da alimentação dos profissionais da educação nas escolas;
05. Ajuste das referências dos cargos de docentes I e II, Pedagogos e Monitores, visto a defasagem destes em relação aos outros cargos em, em caráter emergencial;
06. Criação do Plano de Cargos e Carreiras específico para os Profissionais da Educação, previamente elaborado com ampla participação da categoria;
07. Inclusão dos profissionais das creches no quadro da educação, com adequação salarial e inclusão no futuro PCCR-E;
08. Inclusão do cargo de Pedagogo no quadro do Magistério, a fim de possibilitar o acúmulo de duas matrículas;
09. Inclusão das disciplinas Artes, Educação Física e Línguas Estrangeiras no currículo dos Anos Iniciais;
10. Aplicação do PME 2015 e ativação do Fórum Municipal de Educação, a fim de acompanhar e fiscalizar a implementação do Plano;
11. Repasse do imposto sindical ao SEPE, referente aos servidores da Educação, a fim de ser DEVOLVIDO AOS SERVIDORES;
12. Fim imediato das terceirizações, com recriação dos cargos e abertura de concurso público;
13. Adequação da carga horária dos inspetores à carga horária dos outros servidores de mesma referência, em caráter emergencial;
14. Licença sindical imediata para os diretores eleitos do SEPE/Angra;
15. Utilização total do FUNDEB para o pagamento dos Profissionais da Educação, a fim de evitar possíveis atrasos nos salários;
16. Pagamento imediato do adicional de insalubridade aos profissionais que se encontram em tal situação;
17. Revisão do Estatuto do Magistério, com a participação da categoria;
18. Fim imediato da exigência do cumprimento do horário de “coordenação livre” nas U.E.;
19. Mudança da referência 102 para a 104 dos cargos de Merendeira e Zelador, visto que foram os únicos daquela referência que não progrediram, em caráter emergencial;
20. Liberação imediata de licença com vencimentos para estudo;
21. Liberação imediata de licenças-prêmio vencidas, sempre que requisitadas pelo servidor;
22. Climatização das salas de aula;
23. Aumento do número de técnicos de segurança do trabalho, por meio de concurso público, a fim de garantir a rápida execução de suas atividades, tendo em vista a grande demanda existente.Melhoria na qualidade do cartão alimentação, em termos de aceitação em diferentes estabelecimentos e cidades;
24. Incorporação do vale-alimentação ao salário;
25. Aplicação da Lei Municipal 3660/17, que garante a licença aleitamento por 12 meses;
26. Auditoria no Angraprevi, com acompanhamento da categoria; e
27. Manutenção de todas as turmas da EJA.

terça-feira, 7 de março de 2017

Dia da Mulher


DIA 08 DE MARÇO, VAMOS À LUTA CONTRA TODOS OS GOVERNOS QUE ATACAM AS MULHERES E A CLASSE TRABALHADORA!!


Chamamos todas e todos para atentarmos à luta representada pelo dia 08 de março – dia da mulher trabalhadora!
Precisamos mostrar nossa força contra os ataques aos nossos direitos!      
Os governantes querem nos fazer trabalhar até morrer com a atual reforma da previdência: aumentando a jornada de trabalho, estendendo a idade mínima de aposentadoria, entre outras perdas enormes de conquistas históricas. Estes ataques afetam os trabalhadores e diretamente as mulheres!
É hora de fazermos como as milhares de ocupações no país contra o ajuste fiscal, mostrando que queremos e podemos lutar!
Como as mulheres que derrubaram Eduardo Cunha, as 3 milhões de mulheres que marcharam nos Estados Unidos e em mais de 50 países contra o Trump, contra o machismo e a desigualdade entre os gêneros, mobilizemo-nos!!!
O mesmo sistema, que explora trabalhadoras e trabalhadores, aprofunda a opressão contra as mulheres. O Brasil tem a 5ª maior taxa de assassinatos de mulheres do mundo! Mulheres, que são mortas por serem mulheres, muitas dentro de suas casas!
Além disso, os legisladores do Estado vem dificultando nossa vida:
- Impedindo que debatemos nas escolas as questões de gênero;
- A tentativa de proibição da amamentação em público; e,
- O direito de licença aleitamento que demora a sair do papel.
No dia 8 de março, pela vida das mulheres, por seus direitos trabalhistas, por seus direitos sobre seu corpo, por seu direito a lutar contra as opressões, NÃO VÃO NOS CALAR!
Nenhuma a Menos!
Queremos todas vivas!

FORA TEMER! 
CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA! 
ABAIXO O MACHISMO!


Pare suas atividades por meia hora no dia 8 para discutir o tema em sua escola!

Desconto Sindical

          Devido a informação de que os servidores que contribuíram com sindicato de categoria em 2016 seriam isentos do desconto do imposto sindical mediante apresentação do recibo comprovando sua contribuição, nessa segunda-feira fomos ao Departamento Pessoal a fim de retirarmos as tabelas com os valores do desconto anual de cada profissional da educação sindicalizado. Entregamos o ofício solicitando e fomos informado que 'provavelmente' estarão prontos terça ou quarta-feira.
          Caso não esteja pronto até quarta-feira, vamos precisar que os servidores levem seus contra-cheques contendo as contribuições sindicais do ano passado à sede do SEPE/Angra para efetuarmos os cálculos e entregarmos os recibos - para isso realizaremos plantão na sede.
Juntos somos fortes! 

Assembleia da Rede Municipal dia 8 de março


terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

MUDANÇA LOCAL ASSEMBLEIA REDE MUNICIPÁL

ATENÇÃO


POR MOTIVO DE FORÇA MAIOR A ASSEMBLEIA  DE HOJE DA REDE MUNICIPAL FOI TRANSFERIDA PARA O CLUBE VERA CRUZ! NO MESMO HORÁRIO! 18 HORAS!

TRAVESSA MIGUEL ELIAS MIGUEL, 22 - CENTRO